Ação visa conectar os pesquisadores portugueses e espanhóis ao conhecimento da ciência jurídica brasileira.

Um grupo de pesquisadores brasileiros, portugueses e espanhóis participarão do 1º Congresso de Direito Transnacional (1º Condintrans), em abril de 2016 na Universidade de Salamanca. O objetivo é aumentar a influência da pesquisa jurídica brasileira nas universidades ibéricas, bem como conectar os pesquisadores portugueses e espanhóis ao conhecimento da ciência jurídica brasileira.

O projeto nasceu de uma proposta feita pelo doutorando e bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Fábio da Silva Veiga, à Faculdade de Direito da Universidade do Porto, de fazer o 1º Congresso Jurídico Lusófono (1º Conjil), que foi realizado em março de 2015.

Os coordenadores do 1º Conditrans, Débora Sinflorio da Silva Melo, Fábio da Silva Veiga e Francielle Vieira Oliveira pretendem promover um espaço de reflexões em torno dos desafios e das perspectivas do Direito Transnacional na contemporaneidade. Os painéis temáticos do congresso sugerem questões muito importantes e oportunas à atualidade.

O fruto dessa integração já é perceptível, tendo surgido vários protocolos entre instituições brasileiras, portuguesas e espanholas. “Na Universidade de Salamanca, por exemplo, existe o aval para serem criados cursos de formação continuada a partir dos trabalhos do 1º Conditrans. O 1º Conjil abriu as portas que a Universidade do Porto, em Portugal, concedesse o privilégio da construção de um centro de pesquisa sobre direito lusófono”, enumera Débora.

Para participar do 1º Conditrans, os interessados devem enviar o Call off Paper para o e-mail .

Fonte: Portal Brasil, com informações da Capes

 

Brasil

Texto del botón