Instituições brasileiras poderão inscrever os programas reconhecidos e recomendados pela Capes que tenham nota superior a seis.

O edital que vai selecionar os programas de pós-graduação da Universidade em Rede do Brics (grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) foi lançado nesta quarta-feira (9). Segundo o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, esse é o primeiro passo para o funcionamento da instituição.

“A educação é uma das áreas estratégicas no bloco dos países em desenvolvimento”, afirmou Mercadante durante o ato de lançamento do edital. Segundo o ministro, a universidade em rede tem a missão de preparar os países para a economia do conhecimento e formar recursos humanos de alto nível.

As instituições de Ensino Superior brasileiras poderão inscrever os programas reconhecidos e recomendados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) que tenham nota superior ou igual a seis.

Os cursos deverão contemplar as áreas definidas como prioritárias: energia, ciência da computação e segurança da informação; estudos do Brics, ecologia e mudanças climáticas, recursos hídricos e tratamento da poluição e economia.

Segundo o presidente da Capes, Carlos Nobre, os temas são prioritários para o Brasil e “estratégicos para o desenvolvimento sustentável do planeta”. Nobre acrescentou ainda que a iniciativa vai integrar a comunidade acadêmica e incrementar a educação científica, “mas será necessário vencer o desafio da língua. Todos os cursos serão em inglês”.

A seleção dos programas ocorrerá até março de 2016. O calendário completo do processo foi divulgado em edital publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira (10).

Portal Brasil

Volver